O olhar livre de Antanas Sutkus

O olhar livre de Antanas Sutkus

A exposição “Antanas Sutkus: um olhar livre” será inaugurada na próxima quinta-feira, (02/02), às 19 horas no Museu Oscar Niemeyer (MON). São 120 imagens que revelam o talento de Sutkus, o mais renomado fotógrafo lituano, e também um dos mais expressivos em âmbito mundial. Curitiba é a primeira cidade a receber a mostra (que posteriormente percorrerá outras capitais) e contará com a presença do fotógrafo na abertura.

Às 17 horas, Sutkus participa de um bate-papo no auditório Poty Lazzarotto, com a participação de Sergio Burgi, curador de fotografia do Instituto Moreira Salles e dos fotógrafos João Urban e Fernanda Magalhães. A mediação fica por conta de Luiz Gustavo Carvalho, curador da mostra. A entrada para a inauguração e para o bate-papo é gratuita.

Livre da ideologia

Antanas Sutkus nasceu na Lituânia em 1939 e construiu o seu percurso durante o regime comunista, mas conseguiu escapar das armadilhas da censura política e não se perdeu nem se prendeu nas malhas da ideologia. O curador da mostra, Luiz Gustavo Carvalho, afirma que Sutkus descreve a vida cotidiana de maneira justa. “Às vezes irônica, mas sempre por meio de uma linha forte e resistente ao sistema e às influências”, diz Carvalho.

O público do MON terá a oportunidade de conhecer a cultura do leste europeu pelo olhar daquele que é considerado por críticos e jornalistas como “o poeta entre os soviéticos”. “As imagens não evocam memórias, e sim um presente contínuo que apresenta um povo com seus mistérios e idiossincrasias”, diz a diretora do Museu Oscar Niemeyer, Estela Sandrini.

Um outro registro

Sutkus fotografa desde a década de 1950 e mantém um acervo de mais de 1 milhão de negativos, entre os quais, 120 fotos selecionadas para a exposição que chega ao MON. Para ele, a arte da fotografia está no momento do disparo e, devido a essa crença, Sutkus tem restrições ao processo digital. “As câmeras digitais reduzem a responsabilidade do fotógrafo. Você perde a atenção devido à possibilidade de disparar várias vezes e rápido”, afirma Sutkus.

O fotógrafo lituano vai apresentar ao público, no bate-papo que antecede a inauguração da mostra, os seus pontos de vista, entre os quais o seu elogio ao amor. “O meu credo é de amar o homem. Há muito tempo eu aprendi que para fotografar é necessário amar as pessoas e a vida”, diz.

Serviço

Antanas Sutkus: um olhar livre
Inauguração da exposição: 2 de fevereiro, às 19 horas.
Às 17 horas ocorre um bate-papo com a participação de Antanas Sutkus, Sergio Burgi, João Urban e Fernanda Magalhães.
Em cartaz até 20 de maio.
Museu Oscar Niemeyer e auditório Poty Lazzarotto - R. Marechal Hermes, 999. Centro Cívico. Curitiba
Horário de funcionamento: 3.ª a domingo, das 10 às 18 horas.
Ingressos: R$4 e R$2 (meia). Na abertura das mostras e no primeiro domingo de cada mês a entrada é franca.

Fonte: Museu Oscar Niemeyer

Não sabe onde ir hoje?

Rua Trajano Reis, 443 Centro Histórico
Curitiba , PR

Restaurante Alberto Massuda

Alberto Massuda Nascido no Cairo, Egito, em 1925, Alberto Massuda veio com 33 anos para o Brasil e fixou residência em Curitiba. Em 1958 naturalizou-se brasileiro. Antes de sua chegada, cursou Belas Artes no Egito e...
(41) 3076-7202
Avaliação:
Seu voto foi 1. Total de votos: 6973