Nossa homenagem ao Dia do Jornalista

No ano passado tivemos acesso pelo twitter ao "Manifesto sobre o novo jornalismo". Na época, publicado pelo jornal espanhol El País, o texto vinha como resposta ao intenso debate sobre a cobrança pelo conteúdo jornalístico vinculado na internet. Levando em conta a importância do tema e as idéias expressas no Manifesto, fizemos questão de traduzi-lo e disponibilizá-lo. 

Essa é nossa homenagem a todos os jornalistas pelo seu dia. Algumas partes podem dar uma impressão vaga, mas é possível intuir a intenção. Caso haja interesse em saber mais sobre o contexto deste debate e ler o original(pois consideramos que pode haver falhas na nossa tradução), basta clicar no link ao final para ler a matéria completa.

Manifesto sobre o novo jornalismo

Um grupo de jornalistas e blogueiros alemães lançou um manifesto sobre o jornalismo na internet, que gerou um intenso debate na profissão. Estes são os postulados:

  1. Internet é diferente: Os veículos de comunicação devem adaptar seus métodos de trabalho à realidade tecnológica, em lugar de ignorá-la ou questioná-la;
  2. É um império midiático que cabe no bolso: a web reorganiza as estruturas midiáticas transcendendo antigas fronteiras e oligopólios. A publicação e distribuição dos conteúdos já não esta vinculada a fortes investimentos financeiros;
  3. Internet é nossa sociedade e nossa sociedade é internet: se a empresas de mídia querem sobreviver devem entender o mundo dos usuários e assumir suas formas de comunicação;
  4. A liberdade da internet é inviolável: bloquear o acesso a internet corrompe nosso direito fundamental de acesso a um determinado nível de informação;
  5. É a vitória da informação: os cidadãos podem informar-se agora melhor que nunca;
  6. As trocas na internet melhoram o jornalismo: agora o jornalismo pode cumprir sua vocação sócio-educativa de uma nova forma. Aqueles que queiram sobreviver necessitam de novos ideais, novas idéias e vontade de explorar este potencial;
  7. A Rede requer trabalho em rede;
  8. Deve recompensar por links ou por ser citado;
  9. A internet é o novo lugar para o discurso político;
  10. Liberdade de imprensa significa liberdade de opinião;
  11. Mais é mais: não há nada melhor que informação em demasia;
  12. A tradição não é um modelo de negócio: os conteúdos jornalísticos na Rede podem ser rentáveis, mas devem adaptar suas estruturas. O jornalismo precisa competir abertamente para conseguir maneiras viáveis de refinanciamento na Rede, assim como coragem para mudar o rumo dessas soluções;
  13. O copyright se converteu em um dever cívico na internet: é o eixo da organização da informação na internet. Não se deve usá-lo como desculpa para salvaguardar mecanismos de abastecimento obsoletos e barrar novas vias de distribuição ou licenças. Mas a propriedade implica obrigações;
  14. A internet tem muitas moedas: os serviços jornalísticos on-line financiados através de anúncios oferecem conteúdos com um efeito multiplicador;
  15. O que aparece na Rede permanece nela;
  16. A veracidade é a qualidade mais importante: os usuários estão muito exigentes neste sentido;
  17. Todos para todos: a geração Wikipédia sabe reconhecer a credibilidade da fonte. Não busca o jornalista que sabe tudo, mas aquele que comunique e investigue;

Fonte: http://www.elpais.com/articulo/sociedad/Rebelion/gratis/total/Red/elpepi...

Não sabe onde ir hoje?

Rua Mateus Leme, 2204 Bom Retiro
Curitiba , PR

John Bull Pub

O John Bull Pub foi inspirado nos pubs londrinos e tornou-se referência em rock'n'roll ao vivo em Curitiba. A casa possui três ambientes: parte central onde está o palco, com camarotes; jardim de inverno e porão para um...
(41) 3252-0706
Avaliação:
Seu voto foi 1. Total de votos: 4635