Juliette convida Jorge Furtado

Juliette convida Jorge Furtado

Cinco renomados cineastas brasileiros conversam com o público curitibano sobre cinema. Esta é a proposta de “Juliette Convida”, projeto que estreia dia 13 de março na CAIXA Cultural Curitiba. O primeiro convidado é Jorge Furtado, cineasta gaúcho conhecido por filmes como “O homem que copiava”, “Saneamento Básico, o filme”, “Meu tio matou um cara”, “Lisbela e o prisioneiro” e o curta “Ilha das Flores”. A entrada é franca.

Jorge Furtado vai abordar o tema “Cinema e invenção de linguagem”, inspirado em sua filmografia, que apresenta a variação e o experimentalismo da linguagem cinematográfica. A prioridade do cineasta está na inventividade criativa e na demonstração das potencialidades de exploração da imagem. O curta-metragem escolhido para abrir o evento é “Até a vista”.

Juliette Convida

O evento, idealizado e organizado por Josiane Orvatich e Murilo Wesolowicz, produtores da Juliette Revista de Cinema, promoverá cinco encontros, cada um deles com um cineasta brasileiro amplamente reconhecido por seu trabalho. Nestes encontros, os cineastas convidados conversarão com o público a respeito de um tema previamente estabelecido, diretamente vinculado à produção cinematográfica de cada um.

Os encontros serão bimestrais e iniciam com a exibição de um trabalho audiovisual de curta duração e indicação livre do cineasta. Logo após, o convidado fará a apresentação de suas ideias principais sobre o tema proposto, que norteará a discussão, em seguida, com a participação do público.

O objetivo principal destes encontros, com cineastas de ampla experiência na sétima arte, é oferecer a possibilidade de pensar e discutir o cinema, assegurando a representatividade das produções nacionais.

Jorge Furtado

O primeiro convidado do evento é profissional do cinema desde a década de 1980. O diretor e roteirista gaúcho é um dos fundadores da, bastante conhecida e renomada, Casa de Cinema de Porto Alegre, responsável por diversas produções, como o premiado “O homem que copiava” (2003).

Outros trabalhos de destaque do cineasta são “Caramuru – A invenção do Brasil” (2001), “Benjamim” (2003), “Lisbela e o prisioneiro” (2003), “O coronel e o lobisomem” (2005) e “Romance” (2007), dos quais é roteirista. “Felicidade é...” (1995), “Houve uma vez dois verões” (2002), “Meu tio matou um cara” (2004) e “Saneamento básico, o filme” (2007), são produção com roteiro e direção assinados por Furtado. Há também o curta-metragem “Ilha das Flores” (1989), que recebeu diversos prêmios, como o Urso de Prata no Festival Internacional de Cinema de Berlim, e que foi escolhido pela crítica para a mostra “Um século de curtas”, que apresentou os 100 curtas mais importantes da história do cinema, realizada em Clermont-Ferrand, na França, em 1995.

Além do cinema, Jorge Furtado também escreve roteiros e dirige diversos trabalhos para a televisão, como as minisséries “Agosto” (1992), “Memorial de Maria Moura” (1993) e “A invenção do Brasil” (1999); alguns episódios das séries “A comédia da vida privada” (1995-1997), “Os normais” (2001-2002), “Cidade dos homens” (2002-2005) e “Decamerão, a comédia do sexo” (2009), além do especial “Um doce de mãe”, que foi ao ar no final do ano passado.

Serviço

Juliette Convida Jorge Furtado
13/03, quarta-feira às 20h
Entrada franca. Os ingressos serão distribuídos na bilheteria do Teatro a partir das 19h
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta-feira, das 12h às 20h, sábado, das 16h às 20h e domingo, das 16h às 19h)
Não recomendado para menores de 14 anos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)
CAIXA Cultural Curitiba 
 

Fonte: Assessoria de Imprensa Caixa Cultural Curitiba

Não sabe onde ir hoje?

Av. Manoel Ribas, 108 Alto São Francisco
Curitiba , PR

92º Underground Pub

RENDA-SE CURITIBA! O 92Graus está de volta e fervendo na pista.   Chegamos aos 20 anos de atividades, com aquela energia que todo jovem tem para seguir em frente, com bastante alegria e entusiasmo, divulgando e...
(41) 3045-0764
Avaliação:
Seu voto foi 4. Total de votos: 4885