FCC lança publicação com textos de alunos das oficinas de Análise e Criação Literária

FCC lança publicação com textos de alunos das oficinas de Análise e Criação Literária

Uma coletânea com textos de alunos das Oficinas de Análise e Criação Literária da Fundação Cultural de Curitiba (FCC) será lançada nesta quinta-feira, 19 de abril, no Palacete Wolf. O evento, parte da série de atividades em comemoração aos 2 anos do programa Curitiba Lê, lançará oficialmente o jornal que contém textos de 20 autores selecionados entre as cinco oficinas de 2011. Esta edição é composta por contos, crônicas, poemas, pequenos ensaios, reportagens e textos dramatúrgicos, e será a 6ª publicação do gênero em 6 anos de oficinas.

De acordo com MauroTietz, Coordenador de Literatura da FCC, a publicação dos textos está intimamente ligada ao objetivo das oficinas, que é contribuir à formação do escritor. “Faz parte da formação do escritor lidar com a ideia do lançamento do texto impresso e publicado”, afirma, explicando o fato do jornal ser lançado oficialmente em um evento. Otto Leopoldo Winck, ministrante dessas oficinas desde 2007, enxerga as publicações como um grande incentivo aos alunos, que começam a ter seus trabalhos mais valorizados. “Vendo o texto impresso dá um prestígio ainda maior, ainda mais por ter passado pela seleção. Bom para motivar e para divulgar a produção nova, circulando para um público maior”.

Os 20 textos selecionados, entre cerca de 50 inscritos, passaram por uma banca composta por profissionais desvinculados da Fundação, contratados especialmente para julgarem os trabalhos.  A distribuição dos jornais é feita por uma cota distribuída entre os alunos e através dos espaços de literatura mantidos pela FCC, além de serem enviados a bibliotecas públicas brasileiras. A tiragem de cada publicação é de 1000 exemplares.

Valorizar sem superestimar

Quando se lida com seleção de textos de escritores, o ego é um elemento que sempre se faz presente. Amarildo Anzolin, ministrante das oficinas desde a primeira edição, conta que uma vez a publicação “subiu à cabeça” de um aluno, que sentiu-se pronto como escritor por ter o texto selecionado. Na oficina que ministrava ano passado, ele orientava os alunos que, embora a publicação fosse importante, ela não devia ser superestimada. “É importante como vitrine que a tiragem do jornal oferece. Mas não deve ser encarada como um fim único e exclusivo aos participantes. É bom e gratificante ser selecionado e publicado, mas o mais vital é a participação e o aprendizado durante as oficinas.”

Quem soube lidar bem com a publicação foi Renato Vieira Ostrowski, engenheiro civil e participante das oficinas desde o surgimento delas. Ele mandou textos para a seleção em todos os anos que participou, e conta que se sentiu realizado quando teve um poema selecionado em 2010. Embora admita que o reconhecimento que teve dos seus colegas tenha mexido um pouco com seu ego, ele afirma que compreendeu a publicação mais como um indicativo de que estava no caminho certo, o que o motivou a fazer outra oficina em 2011.

No decorrer do ano passado, com o auxílio de Anzolin, Ostrowski elaborou uma coletânea com poemas escritos desde 1985, que deverá ser publicada esse ano. Agora, ele está buscando o amadurecimento como cronista. Se ele está ou não no caminho certo é algo que você pode conferir no texto “Contrato de Risco”, presente na publicação que será lançada nesta quinta-feira.

Serviço

Lançamento do Jornal das Oficinas de Análise e Criação Literária de 2011
Dia 19/04, quinta-feira às 19h
Palacete Wolf
Praça Garibaldi, 7 – Centro
Entrada Franca

Não sabe onde ir hoje?

Av. Manoel Ribas, 108 Alto São Francisco
Curitiba , PR

92º Underground Pub

RENDA-SE CURITIBA! O 92Graus está de volta e fervendo na pista.   Chegamos aos 20 anos de atividades, com aquela energia que todo jovem tem para seguir em frente, com bastante alegria e entusiasmo, divulgando e...
(41) 3045-0764
Avaliação:
Seu voto foi 3. Total de votos: 4893