Experiência musical no Paiol

Experiência musical no Paiol

A música que será apresentada no Vitral, projeto independente e incomum dos músicos Indioney Rodrigues e Ricardo Janotto, pode ser considerada um presente para os apreciadores da música popular. Trata-se de uma experiência diferente de ouvir música, que pode ser muito bem aproveitada por aqueles que sentem prazer em fugir do óbvio e que buscam novas referências para criar, recriar e ousar.

O show que será apresentado nos dias 26 de maio e 28 de junho no Paiol é imerso em uma carga cultural característica do século XX, no qual os artistas procuraram criar uma nova noção de espaço/tempo. Depois de quatro anos estudando em Londres, Indioney volta para Curitiba com uma visão mais amadurecida sobre a música. A experiência europeia serviu para que ele pudesse ter um contato maior com duas grandes referências artísticas que, hoje aparecem na sua expressão musical e especificamente nesta primeira mostra do trabalho.

Uma das referências é Oliver Messiaen, compositor francês que teve o seu trabalho marcado por procedimentos sinestésicos intelectuais entre som e cor. "Ele lidava com os sons, como quem pintava um quadro; eu fiquei encantado com a idéia de audição-colorida e o modo como ele trabalhava com texturas sonoras", afirma. Messiaen acreditava que o arco-íris era o símbolo da paz, da sabedoria e de toda a vibração luminosa e sonora; utilizava a metáfora da ordem dos sons e das cores como uma via de acesso à ideia de unidade artística, assumindo nesse papel uma dimensão do sagrado, do transcendental.

A outra referência artística que está presente no conceito do Vitral é a obra de Karlheinz Stockhausen, um compositor alemão de música contemporânea que experimentou as potencialidades dos sons eletrônicos para criar novos timbres, sem o auxílio de instrumentos. “Lincht” (luz em alemão) é a sua mais ambiciosa criação, que lhe custou mais de vinte anos de trabalho. Ele criou um ciclo de sete meta-óperas, cada uma tendo por título um dia da semana, no qual tentou unificar a história do Universo e a história do Homem. Após o término desta composição, Stockhausen iniciou "Klang" (vocábulo que significa som, ligado a um timbre); um "Livro de Horas" inscrito de sensações acústicas que tem 24 partes, correspondendo a 24 horas do dia.

Vitral é resultado de uma vivência pessoal do contemporâneo Indioney Rodrigues ao assistir uma peça de Stockhausen, na qual havia uma espacialização de speakers, fazendo o som viajar pelo espaço do teatro: uma sensação auditiva única para o público. No Teatro Paiol, ele e o percussionista Ricardo Janotto, vão tentar criar uma "bolha sonora", aproveitando o formato de arena para os experimentos eletroacústicos.

A distribuição sonora circular no Teatro precisava seguir um padrão, combinado com o roteiro do show. Indioney e Ricardo decidiram então trabalhar com a idéia relógio e da passagem do tempo linear e não-linear. Serão espalhados pelo teatro oito speakers, proporcionando uma experiência incomum para ouvir a música. O show tem a duração de exatos 60 minutos - marcados no relógio – mas, ao longo do espetáculo provocarão no público a sensação de um tempo não linear, que às vezes passa depressa e às vezes demora a passar. “Às vezes nós temos a sensação de passagem rápida do tempo quando estamos no mundo imaginário; na ida ao cinema, por exemplo, duas horas do filme podem passar voando”, argumenta.

Com um repertório de canções inéditas e algumas releituras já apresentadas nos shows “Cantos Outros” e no disco “Barroca”, Vitral marca o retorno do já consagrado compositor Indioney Rodrigues que, ao lado de Ricardo Janotto proporcionam um projeto raro do qual o público curitibano deve se surpreender.

Serviço

Show Vitral – com Indioney Rodrigues e Ricardo Janotto
Local: Teatro Paiol (Praça Guido Viaro s\n)
Data: 26 de maio e 28 de junho
Hora: 20 horas
Ingressos: R$ 40 inteira e R$ 20 meia-entrada
Ingresso com direito a CD.
** Ingressos à venda na bilheteria do teatro.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Não sabe onde ir hoje?

Rua Benjamin Constant, 400 Centro
Curitiba , PR

Café Parangolé

Estamos abertos todos os dias! De segunda a sexta: das 11h30 as 14h30 (almoço da Conchero - Confraria dos Chefs Roqueiros) Todos os dias: das 18h00 a 01h00 (Venha jantar e de QUINTA a DOMINGO aproveite para escutar o...
(41) 3092-1171
Avaliação:
Total de votos: 4483