Espetáculo baseado na obra de Etel Frota estreia dia 31 no Festival de Curitiba

Espetáculo baseado na obra de Etel Frota estreia dia 31 no Festival de Curitiba

Na mostra Fringe, “Penélope Pelo Avesso” leva o público a acompanhar, dentro de uma casa, a perda da mãe pelo filho e do filho pela mãe.

A obra da poetisa paranaense Etel Frota ganha pela primeira uma adaptação para o teatro. E a estreia ocorre no Festival de Teatro de Curitiba, na mostra Fringe, no próximo dia 31 de março. O espetáculo Penélope Pelo Avesso, produzido pela Comparsaria Cênica, trata da relação entre mãe e filho e as perdas que ambos podem sofrer durante a vida, além de mostrar que, apesar da dor, existe a possibilidade de um recomeço. E para deixar a história ainda mais real, a peça é encenada dentro de uma casa e não em um palco, e o público tem a oportunidade de acompanhar as cenas transitando pela casa.

O espetáculo é baseado no livro “Artigo Oitavo” e Penélope Pelo Avesso é o nome de um dos poemas do livro, que também conta com textos do poeta Thiago de Mello. Na peça, três duplas de mães e filhos demonstram situações corriqueiras. Desde as boas e queridas lembras, até os difíceis momentos em que a mãe perde o filho e o filho perde a mãe, as personagens têm  discussões e troca de carinhos, em meio a músicas interpretadas ao vivo.

A ideia inicial de nome para a peça fazia referência a dor, mas, segundo o diretor, Helio de Aquino, a leveza da obra de Etel Frota fez a equipe mudar de ideia. “Na poesia 'Penélope pelo Avesso', a Etel mostra que não espera que o amor retorne [após as perdas], mas espera ele se esvair. A gente quer mostrar os dois lados: a dor [perda] que se transforma em flor [lembranças]”, diz.

Vivendo o teatro

O ambiente utilizado no espetáculo, uma casa comum, faz o público caminhar pelo espaço. O número de pessoas, limitado a 12 por apresentação, também sugere uma forma de o espetáculo tornar-se mais intimista. “É como se o público pudesse espiar pelo buraco da fechadura”, diz a também diretora do espetáculo, Lucélia Reis.

O espetáculo começa em uma sala. Na sequência, as situações vividas pelo dia a dia são vistas de perto pelo público em cada cômodo da residência: desde o filho que brinca e leva bronca da mãe, mas depois recebe carinho, até o momento em que ambos vão para os quartos dormir. Durante o espetáculo, o púbico é convidado a acompanhar as perdas das personagens, num tom sugestivo.

As histórias retiradas do livro são mescladas com exemplos da relação mãe e filho trazidas pelos atores que compõe o elenco, conforme explica Lucélia. “A gente entende que é um espetáculo para ser vivido, e não interpretado”. Além disso, segundo Aquino, ele e Lucelia se identificaram muito com a obra de Etel Frota. “Usar a poesia da autora e trazer isso como verdade se torna verdade para o público”, diz.

Serviço

Espetáculo: Penélope Pelo Avesso
Dias e horários: 31/03, 01, 02 e 03/04
Local: Comparsaria Cênica – Rua João Tschannerl, 486, Vista Alegre, Curitiba
Direção e dramaturgia: Helio de Aquino e Lucélia Reis
Ingressos: R$ 20 (inteira)

Não sabe onde ir hoje?

Av. Manoel Ribas, 108 Alto São Francisco
Curitiba , PR

92º Underground Pub

RENDA-SE CURITIBA! O 92Graus está de volta e fervendo na pista.   Chegamos aos 20 anos de atividades, com aquela energia que todo jovem tem para seguir em frente, com bastante alegria e entusiasmo, divulgando e...
(41) 3045-0764
Avaliação:
Seu voto foi 2. Total de votos: 5273