CiaSenhas fala de sexo e discute o prazer feminino

CiaSenhas fala de sexo e discute o prazer feminino

A nova temporada da peça Concerto para Rameirinhas, de 24 de maio a 03 de junho, encerra a programação da Mostra de Repertório da CiaSenhas de Teatro. Criada com o objetivo de comemorar os 13 anos de aniversário da Companhia, a mostra presenteou os curitibanos desde abril com reapresentações das três últimas montagens do grupo. O projeto inclui ainda exposição fotográfica de Elenize Dezgeniski, até dia 30, na sede da Cia e uma série de encontros para compartilhar reflexões sobre processos de criação e teatro de grupo.

Sexo é o tema central da peça Concerto para Rameirinhas. Dois contos da escritora curitibana Luci Collin, Cotação do Dia e Fotinha, foram fontes de inspiração para a montagem. Por tratar-se de um concerto, a presença da música é substancial neste trabalho que integra também teatro, dança e literatura. O que vai ao palco é resultado de um processo de criação colaborativo entre atores, músicos e direção.

“Trata-se de uma brincadeira erótica que discute o prazer feminino, o direito da mulher ao prazer”, define a diretora Sueli Araújo. Ela é quem assina a dramaturgia do trabalho. “A partir dos contos de Collin criei um novo texto que fala de sexo o tempo todo, de forma escancarada. A idéia é liberar as palavras, sem agressão. Parece que sobre esse assunto tudo já foi dito, mas não é nada difícil, ainda hoje, em pleno século XXI, tocar em tabus e velhos preconceitos nessa área. Por isso, o tema é pertinente e necessário”, revela.

A construção dramática se dá a partir da exploração de sonoridades de palavras, sons e instrumentos musicais. É no jogo de sentido e significado entre sons, instrumentos, personagens-atores, atores-narradores que se estabelecem as relações e se estrutura a dramaturgia da peça. O espaço cênico sugere uma rua com a presença da plateia em ambos os lados proporcionando uma atmosfera de intimidade e cumplicidade. Neste espaço se desenvolvem dois ambientes: um fictício que sugere um cabaré numa perspectiva urbana e contemporânea, sobre o qual desfilam as personagens presentes nos contos de Collin, e no segundo ambiente músicos e atores assumem a “real” função de concertistas e condutores do cabaré.

Sobre o título da montagem a diretora explica que o termo rameirinha é uma forma graciosa escolhida para substituir rameira, cujo significado é prostituta. O sublime e o grotesco estão lado a lado nesta montagem que procura contrabalançar também o real e o ilusório, a delicadeza e a crueldade. 

Serviço

Concerto para Rameirinhas
De 24/05 a 03/06, quinta a domingo às 20h
R$ 10 e R$ 5 (meia)
Teatro Experimental da Universidade Federal do Paraná  (TEUNI – UFPR)
Rua XV de Novembro, 695 – Centro (entrada pelas escadarias do prédio histórico – Pça Santos Andrade)
 
Café na CiaSenhas / Bate-Papo - Teatro de Grupo: Ação na Cidade
Dia 30/05, quarta-feira às 18h30
Entrada franca
Cia Senhas
Rua São Francisco, 35 – Centro
 
Exposição Fotográfica - Fotografias de Elenize Dezgeniski
Até 30/05
Entrada franca
CiaSenhas de Teatro
Rua São Francisco, 35 – Centro

Informações: 41 3222 0355

Fonte: Assessoria de Imprensa

Não sabe onde ir hoje?

Rua Trajano Reis, 443 Centro Histórico
Curitiba , PR

Restaurante Alberto Massuda

Alberto Massuda Nascido no Cairo, Egito, em 1925, Alberto Massuda veio com 33 anos para o Brasil e fixou residência em Curitiba. Em 1958 naturalizou-se brasileiro. Antes de sua chegada, cursou Belas Artes no Egito e...
(41) 3076-7202
Avaliação:
Total de votos: 7137