Centro Histórico oferece diversidade gastronômica a preços acessíveis

Centro Histórico oferece diversidade gastronômica a preços acessíveis

Um breve passeio pelo Centro Histórico pode revelar gratas surpresas. Além de monumentos, praças e prédios que revelam um pouco – ou será muito? - das memórias de Curitiba, não é difícil reparar na quantidade de referências gastronômicas que a região reúne. De acordo com a Associação dos Empresários do Centro Histórico, o turismo e a boa localização foram fatores que contribuíram para esta concentração.

“Além de estarmos no centro da cidade, com muitos comércios e escritórios por perto, o fato do Centro Histórico também ser um local de passeio diz muito sobre a concentração gastronômica da região”, comenta Anna Vargas, presidente da associação.

Quatro restaurantes da região são bastante típicos e representam a diversidade a que estamos nos referindo. Farnel Gastronomia Paranaense, Oriente Árabe, Jeito Mineiro e Nonna Giovanna, como os próprios nomes já dizem, são estabelecimentos de gastronomia típica paranaense, árabe, mineira e italiana, respectivamente.

O motivo que atraiu todos eles para o local é o mesmo: a importância da região na cidade. “O Centro Histórico é uma região que atrai muitos turistas, além de ser o lugar mais charmoso da cidade”, comenta Fernando Portella, proprietário do restaurante Oriente Árabe.

“O Centro Histórico é um polo gastronômico relevante da Cidade, um espaço com comércio de rua tradicional e efervescente”, complementa Anna, que é proprietária do Farnel.

Maria Bonamigo tem seu restaurante Jeito Mineiro desde 2008 na região e acredita que a maioria das pessoas que circula pelo entorno vem à procura de algo diferente. “Por ser uma área turística, eles vêm à procura de algo a mais e sempre procuram por uma culinária diferenciada”.

Qual sua vontade hoje?

Para quem está visitando a cidade ou está com vontade de fazer uma viagem ao tempo, o Farnel Gastronomia Paranaense, é o lugar. O local, que está em frente ao Memorial de Curitiba desde 2014, serve alguns pratos típicos do Paraná como barreado, paçoca de carne e farnel de frango.

“Resgatamos a gastronomia curitibana e paranaense em leituras contemporâneas. Além disso, valorizamos os produtos regionais e trabalhamos de forma sustentável, inclusive realizando a compostagem do lixo orgânico que produzimos”, explica Anna Vargas, proprietária do local. O barreado, que é o prato típico do Paraná mais conhecido é o carro chefe da casa, mas as demais opções do cardápio também despertam muito interesse, assim como as sobremesas da chef Gloria, que só utiliza produtos naturais e dá prioridade aos produtores locais para buscar seus insumos.

No Jeito Mineiro, os principais atrativos são além da localização, a qualidade e o preço acessível. O restaurante, com comida super caseira, tem uma vista nada simples: o Paço Municipal, um dos pontos turísticos mais visitados do Cento Histórico. Além disso, a diversidade do buffet é um outro chamariz.

“Procuramos servir um mix da culinária brasileira. Temos clientes fieis que vêm nos dias específicos como a terça-feira, em que servimos dobradinha ou quinta-feira, que temos rabada”, conta Maria.

Perto de outros pontos turísticos, a vista do Oriente Árabe também chama a atenção. O restaurante fica em uma esquina em que é possível admirar o Palácio Garibaldi, a Fonte da Memória, Relógio das Flores e a Feirinha do Largo da Ordem (aos domingos). O local, de propriedade de Fernando Portella, se destaca por servir o melhor da culinária árabe há quase 50 anos.

“Procuramos nos adaptar ao gosto dos clientes, mas nossas receitas são todas originais e vindas dos primeiros donos do restaurante”, conta Portella.  Destaque também para o horário diferenciado: de terça a sábado das 11h30 às 23h sem intervalos. Dentre as delícias é possível provar os menus executivos nos almoços de terça a sexta, a la carte e ainda rodízio árabe todos os dias. Aos sábados, bailarinas encantam os clientes com a dança do ventre, cortesia da casa.

Queridinho da rua São Francisco, o Nonna Giovanna é parada obrigatória para quem gosta da boa culinária italiana sem gastar muito. No local, bastante movimentado, é possível comer um belo parmegiana, que inclusive ganhou o Prêmio Bom Gourmet na categoria salgados. Além das carnes, com pratos que podem levar também frango e peixe, serve também massas - destaque para o Gnochi Alla Donna Giovanna - e massas recheadas como os canelones e raviolis que podem ser servidos ao sugo ou quatro queijos.

Serviço

Farnel Gastronomia Paranaense

Rua Doutor Claudino dos Santos, 90 – São Francisco
Telefone:3324-9755
Atendimento de terça a domingo das 11h30 às 15h.

Jeito Mineiro

Rua Riachuelo, 102
Telefone: 3223-3003
Atendimento de segunda a sábado das 11h às 15h

Oriente Árabe

Rua Kellers, 95 – São Francisco
Telefone: 3224-2061 / 3324-5421
Atendimento de terça a sábado as 11h30 às 23h. Domingo das 11h às 15h

Nonna Giovanna

Rua São Francisco, 134 – Centro
Telefone: 3022-4653
Atendimento de segunda a sábado das 11h30 às 15h.

Saiba mais sobre a Rede empresarial do Centro Histórico no www.centrohistoricodecuritiba.com.br

Não sabe onde ir hoje?

Praça Generoso Marques Centro
Curitiba , PR

Paço da Liberdade

Construído no início do século XX e após ter sido a sede do gabinete de 42 prefeitos e do Museu Paranaense, o prédio da antiga Prefeitura de Curitiba foi restaurado pelo Sistema Fecomércio Sesc Senac e passa a abrigar a...
(41) 3234-4200
Avaliação:
Total de votos: 4296