Cem peças entre a vida e a morte

Cem peças entre a vida e a morte

O Palacete dos Leões abre no próximo dia 12 de abril, quinta-feira, para receber as obras de André Barroso, Bernardo Contesini, Rodolfo (Dox) Lucchin, João Francisco Paes, Katheriny Batista e Lucas Lima. O grupo de artistas elegeu cerca de cem peças de autoria própria para compor a exposição “Fim”. A mostra reúne quadros e objetos que buscam fazer uma reflexão sobre a vida e a morte.

Todos os artistas da exposição têm em comum sua formação acadêmica no curso superior de gravuras pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP). Os primeiros trabalhos em desenho e gravura relacionados à mostra “Fim” começaram a ser produzidos em 2009 e, deste então, outras duas exposições foram organizadas: “A exposição de 1 milhão de dólares”, no Espaço do Realejo Culinária Acústica, em Curitiba, e “Escatológica”, para o Museu de Arte Contemporânea do Paraná.

Ao provocar reflexões sobre a vida e a morte, a mostra visa instigar os espectadores a pensar como construir e dar continuidade à civilização. Os novos artistas elaboraram suas obras com base no que sobraria da sociedade atual, caso o fim desta civilização acontecesse. Como técnica foram usadas gravuras, colagens, pinturas, desenhos, fotografias e objetos.          

Serviço

Exposição Fim
Abertura, dia 12/04 (quinta-feira) às 19h.
Entrada Franca

Fonte: Ascom BRDE

Não sabe onde ir hoje?

Rua Trajano Reis, 443 Centro Histórico
Curitiba , PR

Restaurante Alberto Massuda

Alberto Massuda Nascido no Cairo, Egito, em 1925, Alberto Massuda veio com 33 anos para o Brasil e fixou residência em Curitiba. Em 1958 naturalizou-se brasileiro. Antes de sua chegada, cursou Belas Artes no Egito e...
(41) 3076-7202
Avaliação:
Seu voto foi 5. Total de votos: 6467