A arquitetura do olhar

A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar
A arquitetura do olhar

Imagens num olhar da urbe. A percepção influenciada pela perspectiva de um mundo em desconstrução. Imagens recolocadas em circulação, por meio de vídeos e impressões, também transpostas para a rua, espaço de embate entre olhar/ autor/ obra. Um processo de realimentação na obra de Marcelo De Angelis.

Os espaços que o homem convive e suas relações promíscuas. Uma cidade que transpira por identidade, refletindo em cada rosto as salgadas incertezas. Espaço onde a memória fica guardada em concreto, esquecido pelo tempo dos alicerces até que haja uma nova construção do momento.

A cidade é um reflexo deste homem em (in)formação. O computador, a internet, os pixels, os códigos colocados para alimentar nossas escolhas. Todos postos à coordenação da vontade criadora e destruidora de um mundo como é, de ruas, quadras e cidades. Cada casa ou cada ser, habitando a si, mas aberto para o mundo, como portas e janelas sem cadeados ou grades.

Os trabalhos de Marcelo De Angelis são reflexos de suas inquietações com esta que o acolhe, a urbe Curitiba. Estendem-se também à intriga de contrários que qualquer cidade contemporânea tem, que transbordam de possibilidades impossibilitadas. Quanto a este mutante de pedra, fixou-o na memória fragmentada de suas imagens, sua memória, seu olhar que busca uma ordenação casual. Talvez por entender que não há resposta, volta-se para esta procura por algo que parece estar ali, mas também depende da mão criadora para se manifestar.

http://uberurbe.wordpress.com/

 

Marcelo De Angelis

Natural de Porto Alegre, onde estudou Comunicação Social na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e se formou em Propaganda, Publicidade e Relações Públicas. Ainda em sua cidade natal fez cursos de desenho, gravura, pintura no Atelier Livre Municipal, no Instituto de Belas Artes e no Museu de Arte Moderna do Rio Grande do Sul com artistas como Paulo Porcella, Vasco Prado, Iberê Camargo e Xico Stockinger entre outros. Também em Porto Alegre atuou como ilustrador e chargista na imprensa local, mas foi com a fotografia que teve inicio sua vida profissional na propaganda. E é na fotografia, 20 anos depois de ter se mudado para a capital do Paraná, que De Angelis descreve a cidade que adotou para viver. E, através dela, discute a paisagem urbana e o seu modo de ser.

Não sabe onde ir hoje?

Praça Generoso Marques Centro
Curitiba , PR

Paço da Liberdade

Construído no início do século XX e após ter sido a sede do gabinete de 42 prefeitos e do Museu Paranaense, o prédio da antiga Prefeitura de Curitiba foi restaurado pelo Sistema Fecomércio Sesc Senac e passa a abrigar a...
(41) 3234-4200
Avaliação:
Seu voto foi 1. Total de votos: 2198