Discussões sobre arte pictórica

Semana passada o Paço da Liberdade ofereceu uma ótima chance de saber um pouco mais sobre artistas curitibanos, além da produção e pensamento destes. O curso “Conversas Contemporâneas”, organizado por Shana Lima, reuniu em quatro dias sete dos principais artistas da cidade e o Coletivo Irtelux. Foram quatro temas abordados nas conversas: Videoarte, Arte Pública, Imagem e Identidade e por último Pintura Hoje.

Vou me concentrar em especial no último dia, que trouxe um contraste bastante interessante no embate entre a produção dos dois artistas, Luiz Carlos Retamozzo e Tony Camargo. Também porque foi um dia chuvoso e penso que muita gente não compareceu por esta razão, o que também impediu os presentes de realizar uma pintura proposta por Retamozzo.

Tony fez uma rápida abordagem de alguns pintores que são referência em seu trabalho, começando por artistas barrocos e terminando em dois artistas atuais. Além de esclarecer alguns aspectos do desenvolvimento do pensamento em pintura, dessa forma também ficou possível uma apresentação didática do trabalho dele. Marc Quinn, Ola Kolehmainem e John M Armleder foram os três artistas contemporâneos que apresentou. Apesar da palestra sobre “Pintura Hoje”, estes três artistas trabalham com fotografia. Tony explicou que a discussão pictórica no trabalho dos três é muito grande, se relacionando com temas tradicionalmente abordados na pintura. Resumidamente, concluindo nas palavras do artista, ficou claro que hoje pintura não é somente passível de ser feita com tinta. O próprio trabalho de Tony é um exemplo (leia aqui para entender melhor).

Já Retamozzo foi direto ao ponto. Irônico, como o tema era “Pintura Hoje”, o artista apresentou alguma páginas do dia corrente do caderno Folha Ilustrada , da Folha de São Paulo, pintadas no espaço onde estariam as imagens para ilustrar os textos. O tema da palestra não poderia estar ilustrado de maneira mais convincente. Depois explicou sobre um processo de pintura com terra que desenvolve com quem tiver disposição de ir até o Shopping Novo Batel, onde tem um espaço seu. Os participantes do curso, não fosse a chuva, teriam feito na prática a “Pintura Hoje”.

Após a fala de Retamozzo houve um momento de conversa entre ele e Tony. A disparidade das propostas, onde Tony Camargo tem no seu trabalho um questionamento sobre “O que é uma pintura?”, enquanto Retamozzo indaga “Quem é um pintor?”. Apesar da situação ideal que pretende Retamozzo, como lembrado por Tony, colocando qualquer pessoa na situação de artista, fica claro que em nenhum momento vamos além do autor como aquele que coordena a ação. Uma pintura performática e coletiva, mas ainda assim sob supervisão de uma mente criativa, apesar de aberta à interferências.

Se ficou curioso para conhecer melhor os dois, além de pintar com Retamozzo (o valor da venda dos quadros fica metade com ele e o restante é dividido entre aqueles que colaboraram na pintura), pode ir na Universidade Tuiutí do Paraná a partir desta terça feira (27/09) e conferir “Arte é Deus falando: conosco”, de Tony Camargo. Logo após a abertura, às 19:15, haverá um bate-papo com o artista.

Os outros artistas presentes nos quatro dias foram: Fernando Franciosi e Juan Parada (pelo coletivo Interlux), Tom Lisboa, Debora Bruel, Valdecimples, Cleverson Oliveira e Keila Kern.

Não sabe onde ir hoje?

Praça Generoso Marques Centro
Curitiba , PR

Paço da Liberdade

Construído no início do século XX e após ter sido a sede do gabinete de 42 prefeitos e do Museu Paranaense, o prédio da antiga Prefeitura de Curitiba foi restaurado pelo Sistema Fecomércio Sesc Senac e passa a abrigar a...
(41) 3234-4200
Avaliação:
Total de votos: 4218